06. #PapoÍntimo com Natalie Klein

06. #Papo Íntimo com Natalie Klein

Natalie Klein, criadora da marca de moda NK Store, foi a convidada de Sandra Chayo no episódio 6 do podcast Papo Íntimo. Na conversa, ela contou sobre sua trajetória e diferenciais do negócio, bem como, perspectivas futuras.

Como surgiu a ideia de empreender para Natalie Klein?

O espírito empreendedor para Natalie Klein veio de família, uma vez que seus pais e avós são donos do grupo Casas Bahia, marca tradicional do ramo do varejo. Porém, ela decidiu seguir um caminho diverso e unir a paixão pelas vendas com a moda.

Outro aspecto que a motivou para a decisão de ter um negócio próprio foi que à época não sentia que a empresa da família tinha uma estrutura de governança adequada para que as gerações futuras fizessem parte.

Faculdade interrompida

A ideia de começar uma loja no segmento da moda começou a tomar forma quando Natalie estava prestes a começar o último semestre da faculdade de Arquitetura.

Na época, ela tinha uma sócia e a ideia era concluir o curso para então, se dedicar em tempo integral.

Tudo mudou, no entanto, quando sua sócia lhe contou estar grávida e não ia poder seguir com o projeto.

Natalie, portanto, decidiu seguir em frente, mas teve que deixar a faculdade antes de concluir, um dos pontos que ela se arrepende em sua trajetória.

Surgiu então, a NK Store, que leva as siglas de seu nome, inaugurada em um imóvel no bairro Jardins em São Paulo.

06. #Papo Íntimo com Natalie Klein
A NK Store leva no nome as iniciais da criadora, Natalie Klein. Imagem do Instagram @natalie_klein_duek

Como foi a evolução da NK Store?

A NK Store surgiu com o propósito de trazer para o mercado nacional itens de marcas de luxo, por meio de uma curadoria cuidadosa. Além de roupas, ela também comercializa acessórios como:

  • bolsas;
  • sapatos;
  • artigos de beleza.

Crescimento da marca própria

Já nessa época, a loja tinha algumas peças próprias, criadas para complementar o portfólio de opções, o que representava cerca de 10% do acervo. Atualmente, no entanto, as vendas da marca autoral já correspondem a 80% do faturamento da empresa.

Natalie Klein destaca que isso só foi possível, porque ela sempre se dispôs a ouvir o próprio negócio, ou seja, estar atenta às demandas internas e realizar os ajustes necessários no projeto inicial.

Os diferenciais da marca

Um dos elementos que distingue a NK Store é o uso de materiais de alta qualidade para a produção de peças duráveis.

Além disso, uma de suas preocupações é com a origem dos materiais, para assegurar a procedência da matéria-prima.

Outro ponto é que a loja abre espaço para marcas ainda pouco conhecidas, mas que tem potencial para inovar no mundo da moda, além das grifes já renomadas. Isso exige um amplo estudo sobre as tendências a cada estação.

Como a maternidade mudou a vida de Natalie Klein?

Natalie tem dois filhos, frutos de seu relacionamento com Tufi Duek e conta que a maternidade lhe serviu como motivação para se tornar ainda mais produtiva. Nisso, ela e Sandra Chayo se identificam bastante, pois não se veem apenas no papel de mães.

Na opinião da criadora da NK Store, essa percepção se aplica também às pessoas que trabalham com ela. Com efeito, ela observa que as mulheres, no geral, quando têm filhos, se dedicam ainda mais ao trabalho.

Com essa atitude, ganham mais eficiência e têm mais tempo para aproveitar com os filhos e a família.

06. #Papo Íntimo com Natalie Klein
Natalie Klein casou-se com Tufi Duek, que também trabalha no ramo da moda. Imagem do Youtube

O que o OPM em Harvard significou para Natalie Klein?

A empresária Natalie Klein contou que se inscreveu para um OPM em Harvard, que é similar a um MBA, mas com uma estrutura de aulas diferente. 

O programa tem duração de três anos, sendo um mês de aulas presenciais em imersão alternados com nove meses à distância, período em que o aluno entrega outros trabalhos, a maioria relacionada ao seu próprio negócio.

Trocas de experiências

Ela contou à Sandra Chayo que a experiência foi muito enriquecedora, uma vez que pôde se conectar com empreendedores de todas as partes do mundo. Também trocou ideias sobre o processo de produção, o que colaborou com suas percepções.

Quais são os pilares da cultura da NK Store?

Com base nos aprendizados que trouxe de Harvard, Natalie Klein se dedicou a fortalecer a cultura da NK.

Ela conta que, embora já tivesse os valores bem definidos, faltava colocar isso de forma escrita para fazê-los presentes no dia a dia de todos. 

Ela destaca como pontos centrais o Olhar, Sentir e Cuidar. Além disso, criou rituais dentro da empresa, a fim de reforçar a importância de ter atenção aos pontos cruciais do negócio.

Pequenas medidas, como, por exemplo, recolher pilhas e levar para o descarte correto, evidenciam o compromisso com a sustentabilidade e ainda a responsabilidade individual de cada membro da equipe.

Como a NK Store se tornou mais sustentável?

A NK Store adotou a tecnologia para evitar o desperdício de materiais, assim, consegue uma gestão eficiente, que gera menos resíduos. O uso de cortes a laser, por exemplo, tem uma maior precisão na criação dos moldes.

Natalie também destacou o uso de ferramentas de BI, ou seja, business intelligence, que são capazes de projetar o nível de consumo de um item, para orientar a compra de materiais de forma assertiva.

O que motiva Natalie Klein?

Na conversa com Sandra Chayo, Natalie revelou que sua motivação nos negócios vai além do aspecto financeiro.

Para ela, poder impactar a vida de tantas pessoas, que dependem da atividade para ganhar seu sustento, tem grande importância.

Ela também enxerga um grande potencial de inovação no ramo da moda, que pode servir como inspiração para outros segmentos.

Afinal, por ser uma atividade cíclica, que se renova a cada estação, as mudanças tendem a ocorrer de forma mais rápida.

A preocupação com meios de produção mais sustentáveis e formas de reaproveitar os resíduos, por exemplo, já servem de modelo para a indústria de automóveis, que usa outros compostos de couro para o estofamento dos veículos.

Por que Natalie Klein saiu do posto de CEO da NK Store?

Após anos à frente da NK Store, se dedicando, inclusive, aos sábados e domingos, Natalie enxergou que centralizar as atividades poderia limitar o crescimento da marca.

Por isso, reformulou a direção e confiou a Alexandre Sá o cargo de CEO da empresa. Ela continua na direção, mas hoje se ocupa das áreas de criação, compras e também do marketing.

Assim, ela consegue contribuir naquilo em que é realmente boa e também conta com um conselho formado por experts de várias áreas para fazer a marca crescer ainda mais.

A NK conta com cinco lojas físicas, localizadas em pontos estratégicos, com previsão de chegar a 10 pontos de venda até 2026.

Confira a íntegra da entrevista com Natalie Klein no YouTube clicando aqui, e não deixe de seguir o perfil no Instagram @papointimo.podcast para saber sobre o lançamento dos próximos episódios.

Produtos Relacionados

Gostou desse conteúdo? Leia também: