Oferta Relâmpago
Hope Lingerie Logo
Hope Resort Logo
Bonjour Lingerie

Frete Grátis nas compras acima de R$ 249,00 | 6X sem juros*

22. #PapoÍntimo com João Kepler

No episódio 22 do Papo Íntimo, Sandra Chayo recebe o anjo-investidor João Kepler. Além de um grande apoiador de novos negócios, ele também é escritor, apresentador e dividiu na entrevista um pouco sobre sua trajetória e visão de negócios.

Quem é João Kepler, o convidado de Sandra Chayo no Papo Íntimo?

João Kepler é um investidor brasileiro, com mais de 500 startups em seu portfólio. Além disso, já foi empresário, com inúmeros negócios que iniciou desde o início da carreira; apresentador do programa Pivotando, do SBT, onde, aliás, conheceu Sandra Chayo.

Ele também é autor de inúmeros livros, nos quais divide um pouco do seu conhecimento, tanto sobre negócios como sobre educação dos filhos. Alguns dos principais títulos já lançados são:

  • Smart Money;
  • O poder do equity;
  • O poder da família.

João ainda realiza mentorias para empreendedores, as quais são uma forma de conhecer projetos promissores para investir.

Como João Kepler diferencia investidor-anjo de anjo-investidor?

João Kepler prefere usar o termo anjo-investidor ao invés de investidor-anjo, porque entende que o seu papel junto às empresas em que investe é muito mais amplo do que apenas o aporte financeiro e técnico.

Para ele, existem diferentes formas de apoiar um negócio, o que pode envolver também o tempo, além do aspecto financeiro.

O termo, inclusive, se tornou uma marca registrada sua, e chegou a ser o nome de um programa que ele apresentou.

22#PapoIntimo com JOÃO KEPLER
João Kepler, além de investidor, também é autor de vários livros. Imagem do Instagram @joaokepler 

O que motivou João Kepler a empreender?

Kepler contou a Sandra Chayo que a motivação para empreender se deve muito à criação que teve do pai.

Como destacou, a família tinha uma vida financeira estável, mas seu pai nunca lhe deu uma mesada ou luxos, como roupas de marca ou carros.

O único investimento do qual o pai nunca abriu mão foi nos estudos dos filhos. No entanto, João se via com a necessidade de ganhar dinheiro para poder ter as mesmas coisas que seus amigos tinham.

Por conta disso, desde cedo ele começou a prestar serviços com as habilidades que tinha, como digitação de documentos, além de ter trabalhado como office boy. 

Carreira na tecnologia

João optou por estudar programação e por volta dos 19 anos, teve a oportunidade de ingressar em uma empresa em Maceió. Então, se mudou para lá e rapidamente se destacou pelo trabalho que realizou na organização.

Isso lhe abriu novas portas, uma vez que outras empresas se interessaram, assim, ele abriu um negócio de consultoria. 

Essa experiência lhe deu a oportunidade de começar a empreender em outras áreas, em parceria com outras empresas.

Dessa forma, ele criou uma empresa de cartões de crédito, com linhas que tinham desconto em folha e um sistema de compra de ingressos.

Erros e aprendizados

Muitos dos negócios que iniciou não seguiram em frente. De acordo com João Kepler, isso lhe rendeu um grande aprendizado, e ao analisar hoje, faltou equilíbrio para tomar decisões que fossem arrojadas, mas também com alguma margem de segurança.

Para ele, esse é o caminho ideal, que combina o ímpeto que um jovem tem para investir com a cautela que se adquire com a maturidade.

Como João Kepler se tornou anjo-investidor?

Como contou para Sandra Chayo, o primeiro contato que Kepler teve com o termo investidor-anjo foi em uma viagem para os Estados Unidos.

Um colega do Vale do Silício lhe apresentou a ideia, que já era comum no país, de investir em startups.

Kepler entrou para alguns projetos a convite e, ao retornar para o Brasil, então, começou a buscar oportunidades em projetos de universidades e escolas de negócios.

A partir daí, ele se desligou dos demais negócios que dirigia e focou em investir em outras empresas, com potencial para expansão.

22#PapoIntimo com JOÃO KEPLER
João Kepler também realiza eventos e mentorias para empreendedores. Imagem do Instagram @joaokepler

O que é investir para Kepler?

Na visão de João Kepler, investir é servir na vida do outro querendo que ele prospere. Dessa forma, obter ganhos é uma consequência, mas o principal é a parceria que se estabelece entre o investidor e investido.

Como nasceu a Bossa Nova, empresa de João Kepler?

A Bossa Nova investimentos surgiu da parceria entre João Kepler e Pierre Schurmann. Os dois já reuniam quase 60 empresas investidas e assim, decidiram montar a empresa para gerenciar os negócios e também ampliar a carteira. 

Desde 2012, quando surgiu, tem como foco startups em estágio inicial e já acumula mais de 1700 empresas investidas.

Smart Money

Na mesma época em que iniciou na Bossa Nova, Kepler escreveu um dos seus principais livros, o Smart Money. Nele, ele reuniu os principais pontos que aprendeu na sua jornada de investimentos. 

A ideia era simplificar termos comuns ao mercado, bem como, as melhores formas de atrair investimentos para projetos.

O livro fez tanto sucesso que é utilizado, inclusive, em escolas, tanto do ensino básico, como aquelas voltadas aos negócios.

O que João Kepler considera como um pitch ideal?

Na opinião do anjo-investidor, um bom pitch deve ser objetivo e apresentar de forma simples, ou seja, mostrar qual é o problema que aquela solução se propõe a resolver. Além disso, pode informar ainda se a ideia já foi validada e mostrar os números que a comprovam.

Ele, aliás, relembrou o conceito do livro O Círculo Dourado, de Simon Sinek, que pontua que toda empresa deve ter um porquê que guia suas ações.

Como Sandra Chayo e João Kepler veem a importância de dividir conhecimento?

João Kepler busca por meio de seus livros, palestras e mentorias dividir aquilo que aprendeu com os erros e acertos durante sua trajetória.

Assim como Sandra Chayo, ele acredita que é possível aprender com base na experiência de outras pessoas.

Sandra destacou que essa foi uma das razões pelas quais decidiu iniciar o projeto do podcast, uma vez que é sempre possível se inspirar a partir de histórias de sucesso. Além disso, as conversas ajudam a quebrar o mito de que não há desafios no caminho.

Para João, isso também está ligado à ideia de servir o próximo, uma de suas convicções para a vida.

A íntegra da entrevista, você confere no canal do YouTube, mas aproveite para seguir o perfil @papointimo.podcast para ficar sabendo das novidades. 

PRODUTOS RELACIONADOS

Gostou desse conteúdo? Leia também: