Oferta Relâmpago
Hope Lingerie Logo
Hope Resort Logo
Bonjour Lingerie

Frete Grátis nas compras acima de R$ 249,00 | 6X sem juros*

Como o exercício físico pode ajudar a fortalecer o cérebro?

fortalecer o cérebro

Já não é mais nenhuma novidade que o exercício físico regular pode, literalmente, revolucionar vidas, não é? Afinal, esse hábito incrível é essencial para a nossa saúde física e mental. Mas, você sabia que estudos recentes trouxeram que se exercitar pode, ainda, ajudar a fortalecer o cérebro? Pois é, é isso mesmo, fugir do sedentarismo traz mil e um benefícios.

Foto: Anastase Maragos na Unsplash/Reprodução.

Quais exercícios físicos fazer para fortalecer o cérebro?

Diversos tipos de atividades podem ajudar a fortalecer o cérebro. Porém, algumas em especial são ainda melhores na missão de trazer os benefícios cognitivos:

Exercícios aeróbicos

As atividades que mexem mais com o seu cardiológico, como caminhada, corrida, ciclismo e natação, são conhecidas por seus inúmeros benefícios para a saúde do cérebro.

Afinal, estudos mostram que esses exercícios aumentam o volume do hipocampo, a área do cérebro associada à memória e ao aprendizado. Além disso, eles ajudam a reduzir o risco de doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e demência.

Treinamento de força

Embora o treinamento de força (a famosa musculação ou funcional com pesos) seja frequentemente associado ao desenvolvimento muscular e hipertrofia, ele também tem efeitos positivos no seu cérebro.

Sendo assim, fazer exercícios de resistência pode melhorar a função executiva do cérebro, que inclui habilidades como planejamento, tomada de decisões e controle de comportamento.

Portanto, incorporar o treinamento de força na sua rotina é fundamental para fortalecer o cérebro, deixando ele mais “afiado” e resiliente.

Yoga e meditação

A yoga e a meditação combinam atividade física com técnicas de relaxamento, proporcionando benefícios únicos para a sua mente e o seu corpo.

Então, praticar yoga regularmente pode reduzir os seus níveis de estresse e ansiedade, além de melhorar a concentração e a clareza mental.

Já a meditação, apesar de não ser um exercício físico propriamente dito, ajuda a aumentar a massa cinzenta no cérebro, uma área muito importante para a memória e o aprendizado. Juntas, essas práticas são imbatíveis para o seu bem-estar!

Como o exercício físico ajuda a prevenir doenças e fortalecer o cérebro?

A prática regular de exercícios físicos não só melhora a função cerebral no curto prazo, mas também tem um papel muuuito importante na prevenção de doenças cerebrais a longo prazo.

Afinal, doenças como Alzheimer, demência e Parkinson têm sido associadas a estilos de vida sedentários. Então, vem conferir como o exercício pode fortalecer o cérebro e ajudar na prevenção desses problemas:

Redução da inflamação

Sim, se exercitar ajuda a reduzir a inflamação no corpo, incluindo o cérebro. Além disso, a inflamação crônica é um fator de risco conhecido para várias doenças neurodegenerativas.

Portanto, ao manter a inflamação sob controle, o exercício físico contribui para a saúde cerebral a longo prazo.

Melhora da saúde cardiovascular

Você sabia que a saúde do seu coração está diretamente ligada à saúde do cérebro? Um sistema cardiovascular saudável garante que o cérebro receba um suprimento adequado de sangue rico em oxigênio.

Então, os exercícios que promovem a saúde cardiovascular, como atividades aeróbicas que falamos ali em cima, ajudam a proteger o cérebro contra danos causados por pressão alta e outros problemas do coração.

Estímulo da neuroplasticidade

A neuroplasticidade é a capacidade do cérebro de se reorganizar e formar novas conexões neuronais ao longo da vida.

Dessa forma, o exercício físico é um dos melhores meios de estimular isso, ajudando o cérebro a se adaptar, aprender e se recuperar de lesões.

Além disso, isso é particularmente importante na prevenção de declínios cognitivos associados ao envelhecimento.

Quais são os benefícios gerais do exercício físico para o cérebro?

São diversos benefícios para curto e longo prazo. Dá só uma olhadinha para se convencer, de uma vez por todas, que não pode abrir mão de uma rotina fitness:

  • Melhora do humor: a liberação de endorfinas durante o exercício físico promove uma sensação de bem-estar e felicidade.
  • Aumento da energia: exercícios aumentam a circulação sanguínea e o nível de oxigênio no cérebro, resultando em mais energia e foco.
  • Redução do estresse: atividades físicas reduzem os níveis de cortisol, o hormônio do estresse, ajudando a aliviar a tensão e a ansiedade.
  • Melhora da memória: a prática regular de exercícios aumenta a capacidade de memorização e a retenção de informações.
  • Envelhecimento saudável: manter uma rotina de exercícios ajuda a preservar as funções cognitivas e a saúde mental à medida que a gente envelhece.

Agora você é quem decide: pense qual seu exercício físico favorito e não deixe de praticar no seu dia a dia com constância. Afinal, o importante é sempre se manter ativa para manter a saúde em dia e, claro, fortalecer o cérebro da melhor forma.

Foto de Capa: Geert Pieters na Unsplash/Reprodução.

PRODUTOS RELACIONADOS

Gostou desse conteúdo? Leia também: