Oferta Relâmpago
Hope Lingerie Logo
Hope Resort Logo
Bonjour Lingerie

Frete Grátis nas compras acima de R$ 249,00 | 6X sem juros*

Higiene íntima feminina: tudo que você precisa saber

Higiene íntima

Preparada para aprender tudo sobre como cuidar da sua higiene íntima da melhor forma possível? Esse é um assunto muuuito importante e fundamental para todas as mulheres. Afinal, precisamos entender direitinho quais são as melhores dicas para manter a nossa saúde e bem-estar sempre em dia!

Foto: Marvin Meyer na Unsplash/Reprodução.

Por que cuidar da higiene íntima é tão importante?

A região íntima da mulher é muito sensível e propensa a infecções se não for cuidada da forma certa.

Dessa forma, manter uma boa higiene íntima ajuda a prevenir infecções fúngicas, bacterianas e outras condições beeem desconfortáveis, como o mau cheiro, coceiras e irritações.

Além disso, é fundamental para você se sentir limpa e confortável no dia a dia.

Quais são os cuidados básicos que a mulher deve ter com a higiene íntima?

Agora que você já sabe por que a higiene íntima é tão importante, vamos falar sobre os cuidados básicos que toda mulher deve ter em sua rotina. Já anota aí essas dicas valiosas:

Usar sabonete neutro

Para lavar a região íntima, o ideal é sempre utilizar um sabonete neutro, sem fragrâncias ou produtos químicos agressivos. Isso ajuda a manter o pH dela equilibrado e, principalmente, evita irritações. Ah, e evite usar água quente, porque isso remove as defesas naturais da sua vagina!

Evitar fazer duchas vaginais

As duchas vaginais, além de não serem recomendadas, podem prejudicar a sua flora vaginal e aumentar o risco de infecções. Portanto, evite esse tipo de prática. E tem mais: muitas mulheres fazem a ducha com o objetivo de deixar a vagina limpa e cheirosa, mas o efeito pode acabar sendo exatamente o contrário.

Passar papel higiênico da frente para trás

Esse é um dos erros mais comuns que, infelizmente, muitas mulheres ainda cometem: passar o papel do ânus para a vagina. Mas jamais faça isso, porque pode aumentar a probabilidade de trazer bactérias daquela região para a frente.

Sendo assim, o movimento ideal é o oposto, já que as bactérias da vagina são muito menos perigosas do que as bactérias perianais, vindas da flora intestinal.

Trocar absorventes regularmente

Se você usa absorventes internos ou externos, nunca se esqueça de fazer a troca regularmente, de acordo com a necessidade do seu fluxo menstrual. Isso porque o acúmulo de sangue pode causar odores e aumentar o risco de infecções.

Além disso, evite ao máximo usar os absorventes e protetores diários quando estiver fora do seu ciclo menstrual. Eles abafam a área e podem favorecer o crescimento de bactérias e fungos.

Usar calcinhas de algodão

As roupas íntimas de algodão permitem que a sua vagina respire, reduzindo o acúmulo de umidade e prevenindo infecções.

Sendo assim, o ideal é evitar tecidos sintéticos ou muito apertados, que podem abafar a região e causar irritações. Outra dica de milhões, se possível, é você dormir sem calcinha, para facilitar ainda mais a respiração da região durante a noite.

Fazer a higiene íntima após a relação sexual

Após o sexo, é muito importante fazer sempre uma boa higiene íntima para prevenir doenças. Depois da relação, por exemplo, o ideal é você já correr pro banheiro fazer um xixizinho – acredite, isso é essencial para evitar infecções urinárias.

Além disso, lave a região com água (nunca dentro, hein!) e com apenas uma pequena quantidade de sabonete neutro.

Evitar produtos perfumados

Produtos perfumados, como sabonetes, desodorantes e lenços umedecidos, podem causar irritações e desequilibrar o pH da sua região íntima. Dessa forma, dê preferência aos produtos sem fragrância, neutros e de glicerina – eles são perfeitos!

Ter cuidado com a depilação

Se você faz depilação com frequência, tome cuidado para não causar lesões na pele e aumentar o risco de infecções. Prefira métodos menos agressivos, como a depilação com cera, e evite compartilhar objetos de depilação com outras pessoas, ok?

Portanto, se atentar aos cuidados com a higiene íntima é fundamental para manter a saúde e o bem-estar da mulher. Afinal, são hábitos simples que podem prevenir infecções, mau cheiro e outros problemas de saúde, como candidíase, por exemplo.

Por último, mas não menos importante: lembre-se de se consultar com um médico ginecologista para manter a sua saúde sempre em dia e tirar todas as suas dúvidas sobre os cuidados íntimos, combinado? E, acima de tudo, não se esqueça de se amar e se cuidar todos os dias!

Foto de Capa: bruce mars na Unsplash/Reprodução.

PRODUTOS RELACIONADOS

Gostou desse conteúdo? Leia também: